Soroban e Modelo de Barras no Ensino de Matemática

Soroban e Modelo de Barras no Ensino de Matemática

Soroban e Modelo de Barras no Ensino de Matemática

Sobre o Soroban

O curso “Soroban e Modelo de Barras no Ensino de Matemática” é uma das atividades do Projeto de Extensão “Soroban e Multiplano como Recursos Didático para Ensinar Matemática” é uma ação de extensão da UFMT Câmpus Universitário de Sinop, viabilizada por meio do edital 001 PBEXT Ações 2019 da Pró-reitora de Extensão Universidade Federal de Mato Grosso. Este projeto é desenvolvido em parceria com o CEFAPRO/Sinop e, conta ainda, com a colaboração do Centro de Braille do Município de Sinop.

Objetivos

O referido curso tem como objetivo difundir o conhecimento sobre o uso do Soroban e outros recursos no ensino de matemática, sobretudo na educação de aluno cegos e com baixa visão. Com esta ação espera-se instrumentalizar os professores das redes públicas de ensino para utilizarem e adaptarem materiais e atividades a aluno que necessitam de Atendimento Educacional Especializado (AEE) e para lidar com a heterogeneidade de alunos nas salas de aulas. Além disso, tem-se a expectativa de fomentar a constituição de uma rede docentes e instituições com a finalidade de discutir, analisar, avaliar, adaptar, utilizar e socializar experiências da prática do coensino como alternativa para uma educação inclusiva.

Programação

Este primeiro curso terá carga horária total de 40 horas, sendo 24 horas presenciais e 18 horas em atividades extras. Cada encontro do curso será dividido em três partes: uma parte dedicada a atividades com o Soroban, outra para conhecer outros materiais didáticos e a resolução de problemas pelo método de barras e a outra para troca de experiências, discussão e reflexão sobre o trabalho docente frente aos desafios de uma educação inclusiva.

Fonte: Profº Edson Pereira Barbosa UFMT/Sinop 

 

INSTITUIÇÃO PARCEIRA DO PROJETO

O movimento de inclusão de todos os alunos na escola já é uma realidade conquistada após longos anos de lutas contra a exclusão e segregação social historicamente instaurada no Brasil. E essa realidade foi possível pelo envolvimento e engajamento dos próprios interessados, tornando assim, esse movimento muito mais significante e valoroso. Dessa forma, recai sobre a escola, em especial para o professor que atua com esse público, encontrar meios teórico/metodológicos para transpor as barreiras que se apresentam no efetivo aprendizado dos alunos com alguma limitação sensorial, física, intelectual ou transtornos globais do desenvolvimento.

Em vista disso, o curso “Soroban e Modelo de Barras no Ensino de Matemática”, que será desenvolvido em parceria com a UFMT e Cefapro/Sinop, pretende subsidiar o trabalho do professor no ensino da matemática, em especial junto ao aluno cego ou baixa visão.

A parceria firmada pela UFMT, através do Professor de matemática Edson Pereira Barbosa e Cefapro, favorece a inclusão dos alunos nas escolas ao propor o uso de novas ferramentas de ensino onde o aluno cego ou com baixa visão terá condições de aprender os conteúdos matemáticos propostos por sua etapa de escolaridade. Esse curso será oferecido aos professores de matemática, professores pedagogos e professores que atuam em Sala de Recurso Multifuncionais das redes estaduais e municipais de Sinop e cidades vizinhas que sentirem-se dispostos a participar.

Profª Dione Emilia Correa Boing 

(Formadora da Área de Educação Especial)

Cefapro/Sinop

Sobre o Autor

cefapro administrator